quarta-feira, 29 de setembro de 2010

África: Um Continente Desconhecido

Projeto:


África: Um Continente Desconhecido.
JUSTIFICATIVA:
África, berço de meus pais. Ouço a voz de seu lamento


De multidão Grade e escravidão à vergonha dia a dia


E o vento de teu sul é semente de outra História que já se repetiu


(...) África, em nome de Deus. Calai a boca


desse mundo e caminha, até nunca mais (“...)”.


Lágrimas do Sul.


Para Winnie Mandela


Marco Antônio Guimarães e Milton Nascimento


(Compositores e cantores da MPB)
Contribuição da África é muito complexa. Por exemplo, a civilização egípcia, tão valiosa para a humanidade resultou da obra comum de asiáticos e africanos. As pirâmides egípcias. exigiram um conhecimento avançado da matemática, da geometria e da engenharia.
A África ofereceu ainda ao mundo construções jurídicas, sistemas políticos e doutrinas filosóficas, pouco divulgadas no Ocidente. Na produção do aço, os fornos construídos pelo povo aya, da Tanzânia, atingiam temperaturas de 200 a 400 graus centígrados, mais altos que as dos fornos europeus do século XIX!
É uma pena que muito dessas contribuições científicas tenham sido perdidas e destruídas com a chegada dos europeus ao continente africano(mapa).
Apesar da forma degradante com que muitos africanos foram trazidos para o Brasil, eles aqui se estabeleceram e fizeram desta terra estranha o seu lar. Um lar de muito sofrimento e tristezas, que foram expressos nos cantos de lundus. Este povo sofrido aos poucos deixou de ser um povo separado e como era inevitável, miscigenou-se com os europeus e indígenas que aqui já viviam criando a verdadeira face mestiça do brasileiro. Um povo mestiço na cor e na cultura, como pôde ver no desenvolvimento deste projeto.
Infelizmente, a imagem que se tem da África e de seus descendentes não é relacionada com produção intelectual nem com tecnologia. Ela descamba para moleques famintos e famílias miseráveis,povos doentes e em guerra ou paisagens de safáris e mulheres de cangas coloridas. Fotos
Essas idéias distorcidas desqualificam a cultura negra e acentuam o preconceito, do qual 45% de nossa população é vítima.
A cultura africana oferece elementos relacionados a todas as áreas do conhecimento. Se a escola não inclui esses conteúdos no planejamento, cada professor pode colocar um pouco de África em seu plano de ensino: "Não podemos esperar mais para virar essa página na nossa história".
Através deste projeto, vamos tentar saber como usar elementos da cultura africana em cada disciplina, vamos analisar alguns aspectos da história do continente e os motivos que levaram essas culturas a serem excluídas da sala de aula.
O ensino de História sempre privilegiou as civilizações que viveram em torno do Mar Mediterrâneo. O Egito estava entre elas, mas raramente é relacionado à África, tanto que, junto com outros países do norte do continente, pertence à chamada África Branca, termo que despreza os povos negros que ali viveram antes das invasões dos persas, gregos e romanos.
O pensamento dos colonizadores boa parte da origem do preconceito: "Eles precisavam justificar o tráfico das pessoas e a escravidão nas colônias e para isso 'animalizaram' os negros". No século XVI, alguns zoológicos europeus exibiam negros e indígenas em jaulas, colocando na mesma baia indivíduos de grupos inimigos, para que brigassem diante do público. Além disso, a Igreja na época considerava civilizada somente quem era cristão.
OBJETIVOS:
• Valorizar a comunidade negra, contribuindo para elevação de sua auto – estima.
• Obter os mecanismos indispensáveis para o conhecimento de um Brasil fortemente marcado pela cultura africana.
• Descrevera natureza da escravidão mercantil européia na África e a diferença entre algumas das diferenças formas de escravidão que ocorreram no mundo antigo.
• Analisar as referências geográficas dos conflitos e tensões na África atual e os aspectos fundamentais da educação geográfica africana no Brasil.
• Conhecer a história e a geografia da África.
• Reconhecer a constante presença da marca africana na literatura, na música, na criatividade, na forma de viver, de pensar de andar, de dançar, de falar, de rir de rezar e de festejar a vida.
• Conhecer a história do Brasil contada sob a perspectiva do negro, como por exemplos na política, na economia e na sociedade em geral.
METODOLOGIA:
A metodologia dar – se – á da seguinte forma:
• Pesquisa bibliografia.
• Elaboração de mapas.
• Filmes que podem ser usados: Cidade dos Homens, A Hora Show, Faça a Coisa Certa, Hotel Ruanda, Filhas do Vento etc...
• Documentários como: Notícias de Guerra Particular, Preto No Branco, Olhos Azuis.
• Pesquisas na internet, livros sobre: a música, a dança, a culinária trazida pelos negros ao nosso país.
• Produção de trabalho escrito e apresentado em slides.
• Debates em sala de aulas.
• Produção de cartazes.
A apresentação dos trabalhos do projeto deverá ser realizar – se – á através do webquest.
COMO FAZER
1 – Por meio de seminários com palestras, debates e apresentação de filmes, mostrando realidade vivida pelo africano desde sua existência até na atualidade.
2 – Usar apostilas, com a finalidade de acompanhar os seminários e debates como auxílio na fixação dos assuntos e conteúdos abordados.
3 – Produção de slides mostrando todo o conhecimento obtido em sala de aula.
Dentro deste panorama, os alunos, realizarão uma atividade onde os levaram ao conhecimento podendo fazer a relação entre teoria e prática.
Após terem estudado a África dentro de seu contexto físico, histórico, social e humano,
Realizaram a seguinte atividade:
PREPARANDO – SE PARA UMA GRANDE AVENTURA: NA DESCOBERTA DA HISTÓRIA E O CLIMA E PARA A VEGETAÇÃO DESTA GRANDE EXCURSÃO.
Uma grande excursão está para ter início. Um grupo de alunos brasileiros percorrerá os desertos do Saara e o do Kalahari. Visitarão a ilha de Madagascar e depois percorrerão a África de leste para o oeste, encontrando pelo caminho climas e vegetações diferentes e uma grande diversidade cultural.

O grupo quer conhecer as savanas, as estepes, floresta tropical, pontos turísticos e principalmente sua história.
Imagine que você é o homem ou mulher do tempo. É responsável pelas explicações sobre o que o grupo encontrará pelo caminho... Dê ao grupo mais informações necessárias para que tenham uma noção de que encontrarão pela frente. Caracterize os lugares com objetividade e animação.
Como você é o guia turístico há a necessidade de entregar um folder produzido por você, sobre os hotéis para pernoitar e principalmente quais são os principais pontos turísticos a serem visitados.
Você tem que produzir alguns slides para mostrar um pouco da história da África. E nesta excursão eles terão que conhecer dois países na ida e dois países na volta e principalmente a Ilha de Madagascar.
Boa Viagem......
Abaixo as fotos da apresentação do trabalho realizado pelos alunos:

domingo, 19 de setembro de 2010