segunda-feira, 5 de março de 2018

APÓS, O FINAL DA 2ª GUERRA MUNDIAL, UNIÃO SOVIÉTICA E ESTADOS UNIDOS PASSAM A AMEAÇAR O MUNDO COM UMA POSSÍVEL GUERRA NUCLEAR.




Do mundo multipolar para o bipolar da Guerra Fria. 

O mundo multipolar e as Guerras Mundiais do século XX. 

• Mundo bipolar: da escalada ao fim da Guerra Fria (1947-1989).





Para os alunos do 9º anos - Assistir o vídeo -  fazer uma resenha referente ao conteúdo do mesmo e entregar no dia 13/03/2018  - manuscrito... 

quarta-feira, 21 de fevereiro de 2018

AULA DE SOCIOLOGIA

Identificar:



v  A data de produção, nome do autor e quem é ele;
v   os diversos elementos que a compõem: pessoas( quem são, como são, seus olhares, gestos, vestuários, adornos, posição e disposição de cada um), cenário ( chão, fundo) e objetos (disposição).
v  A intencionalidade do autor: a mensagem produzida a partir dos recursos utilizados.



v  Nas três imagens - Todas as famílias se encontram no café da manhã? O que indicam os objetos que compõem cenas de café da manhã?
v  Nas imagens 1 e 3 - Como as pessoas estão se portando à mesa? O que elas comem? Quais seriam as intenções de quem produziu essas imagens? A partir delas, como o observador pode classificar socialmente as famílias? Que elementos permitem essa classificação?
v  Na imagem 2 - Como os objetos presentes podem indicar o modo de vida dos Kalungas? Na imagem 3 - É possível perceber a temporalidade dos sujeitos sociais?


IMAGEM 1 - FAMÍLIA NA NOVELA - TI-TI-TI

IMAGEM 2 - PREPARAÇÃO DO CAFÉ NO QUILOMBO KALUNGA - GOIÁS

IMAGEM 3 - CAFÉ DA MANHÃ DE PEDER SEVERIN KROYER- PINTOR NORUEGUÊS - DINAMARQUÊS 9 1851-1909),QUE VIVEM EM SKAGEN



Como tarefa selecionar e descrever cenas rotineiras do cotidiano familiar, escolar ou com os amigos e formularem perguntas para essas cenas, semelhantes às feitas para as imagens que analisaram. Esse exercício possibilita um olhar mais aprofundado sobre os costumes rotineiros que, embora pareçam naturais, são resultados de construções humanas – por isso o que é aparentemente “normal” para um grupo social pode ser estranho para o outro.